fevereiro 24, 2009

Beleza, Vaidade deve ter limites?

Ditadura da beleza





Lábios carnudos, seios fartos, cintura definida e medidas de modelo. Basta ligar a tevê, folhear as revistas ou observar os outdoors para perceber que são essas as principais armas de beleza e sedução das mulheres. Como nem todas nascem com esses atributos ou se contentam com a maneira como vieram ao mundo, a insatisfação com a aparência pode provocar uma vaidade desenfreada.







Com isso, muitas mulheres, e homens também, estão se sujeitando a procedimentos estéticos que nem sempre conseguem como em um passe de mágica transformá-los em príncipes e princesas. Pior: muitas vezes, as deixam deformadas ou com problemas de saúde por causa de erros médicos, produtos perigosos e irresponsabilidade delas próprias. Na tentativa de contornar a genética ou driblar a lei da gravidade, vale tudo: cirurgias, implantes, preenchimentos, lipoaspirações, escovas definitivas, bronzeamento artificial, remédios para emagrecer, além de muita malhação. O fato é que a busca sem limites pela beleza e pelo corpo perfeito pode trazer riscos e danos à saúde física e mental.

Tem as sequinhas...



Tem as mais cheinhas e as magrinhas malhadas...


Tem as de 50 com corpinho de 20
Tem as gostosas de 50 com corpo que todas queremos ter...eu particularmente prefiro assim, tenho esse biotipo, atlêtico, musculos sem muita dificuldade e gosto...
E vcs o que acham?







Boa noite pra todos...
Bom finalzinho de carnaval
Beijos

11 comentários:

Nanda Assis disse...

é a beleza manda muito, mas no fundo só pra nos mesmos pq os outros acabam sempre nos aceitando como somos, e os homens, rs estes, não se importam o quão lindas somos, estão sempre nos traindo com outras.

bjosss...

Cris Rubi disse...

Oi querida, vim te agradecer por sua presença em meu blog.
Fico feliz :)
beijinhus

Erica Maria disse...

Ah, eu sou magra e pretendo ficar assim, me cuidar sim, mas me modificar ao extremo, não!

Acho mt feio qdo vejo uma mulher cheia de músculas e infelizmente existem mtas escravas desse padrão!

Posso pegar o seu selinho e por no meu blog?

Bjs linda!

Alma Nua disse...

...se todas estas transformações
conseguir manter tbm a beleza
interior...BINGO!!!!

porque de nada adianta
ser a princesa do silicone,
e botox, e por dentro ser
a rainha dos conflitos.

enfim...
coisas de mulher...rss

bjus, linda!

{Nanda}_A disse...

Mais do que a ditadura da beleza, é o que temos dentro de nós...
e nao pretendo ser piegas...
digo dentro de nós, no sentid de personalidade, carater...
Sao os nossos "quereres", que nos fazem unicas...
São nossas atitudes que deixam marcas...

Eu?
Ahh... eu gosto de mim como sou...rsrs

bjs no coraçao

Aprendiz disse...

O que eu acho? Tem dias em que prefiro peixe, noutros carne e, claro, comia todos os dias marisco não fosse o preço proibitivo em Portugal... :D

Beijos

P.S. Blogue curioso, vou dar uma olhadela e ver se me habituo! ;)

Sentimental ♥ disse...

ah, a ângela é virgem de novo...
essa mulher é uma piada...

meus instantes e momentos disse...

maneirissimo o post, concordo em tudo.
Gosto do teu blog, é bom vir aqui.
Maurizio

Dez ao Cubo disse...

Já conhecí mulheres lindas e infelizes. Outras nem tanto e imensamente felizes. E creiam-me, as segundas, via de regra, pareciam sempre mais bonitas.
A imagem é importante, sem dúvida, mas nenhuma embalagem bonita valeria a pena sem um conteúdo igualmente atraente.
Não vou fazer aqui nenhuma apologia à presença ou ausência da beleza, até porque gosto da beleza, mas deixo abaixo um texto interessante.
Como todos sabem o "Poetinha" adorava mulheres, e mulheres bonitas a ponto de dizer que "beleza é fundamental".
Contrapondo a isso um autor que não me recordo disparou:
"Vinícius que me desculpe, mas feiura é fundamental. O que seria da beleza, sem tal referencial!"

Bjs MIL no coração!

recomeço disse...

Nãoacho que beleza seja fundamental,mas o cuidado sim é importante.
bjos
Celo

najla disse...

Os estereotipos que cada vez mais se etnta passar para a sociedade é de que homem e mulher devem ter medidas perfeitas. Ou seja, estamos a reger o mundo, e neste caso, o nosso corpo a simples números. Isto sem falar nas implicações na saúde que todas as estratégias utilizadas no processo de emagrecimento têm. Sem falar nos inumeros adolescentes - e a agravar-se em crianças com 8 a 10 anos - que soferm de anorexia ou de bulimia. E claro, descuidam-se outros valores em prol da beleza, que nos olhos dessas pessoas é sempre insuficiente.

Excelente escolha de tema.
beijinhos